quarta-feira, agosto 15, 2007







o pó estilhaçado
foi o alvo, o buraco que fazia em
palavras na trilha das estrelas
[lavro alvos]


e poemas.




15.08.07
au passant: deixo meu sorriso de café preto
nessa manhã gelada
só restos
meus cacarecos, nem serão ouvidos...

15 comentários:

Moni disse...

:)

bjin

gisele brasil disse...

jana!!! que saudades de ti, moça. e de ler tuas coisas...
não sabia que ti continuavas atualizando aqui. eu tenho estado tão ausente dos blogs...
agora serei visita constante.
beijos!!!!

Pedro Pan disse...

, quem sabe serão ouvidos e sentidos...
, beijos meus.

david santos disse...

Gostei, moça!
Parabéns.

Karenina disse...

O que houve ? Manda e-mail...Bjs

Clóvis disse...

Mas que menina instigante, quantas frestas entreabertas, tão bom adentrar em suas palavras...


Ouvi!Tanto.



Beijos meus.

fgvcribeiro@hotmail.com disse...

Revisita!!!

Tô descobrindo que provavelmente será sempre um prazer, às vezes indiscreto (qualquer dia te conto por que), "visitar" você, mas por hoje só queria esclarecer uma curiosidade: que música é essa da partitura moldura?

Forte abraço e se cuida.

Karenina disse...

Janoca...meu novo endereço clika lá

Priscila Lopes disse...

Meu Deus, menina, você merece muitas exclamações, vamos lá: PARABÉNS!!! Ótimos poemas.

Escrevo a respeito de uma novidade literária: é o blog CINCO ESPINHOS, criado por mim e pela amiga Aline Gallina, com o intuito de fazer crítica literária em forma de literatura (poesia, crônicas, contos ou pensamentos).

http://cincoespinhos.blogspot.com

ALÉM DISSO, TODA SEMANA ESTAREMOS PUBLICANDO UM TEXTO DE UM AUTOR "DESCONHECIDO", POR NÓS GARIMPADO NA INTERNET, NA INTENÇÃO DE REVELARMOS ESCRITORES CONTEMPORÂNEOS QUE VALHAM A PENA.

Obrigada pela atenção. Comente. Participe.

Abraços

Karenina disse...

Jana. sei que anda (?) ocupada com a monografia...mas precisa saber como está a ilha bela São Luís: fervendo, parece uma semana de 22,um Déja Vu...bem aqui,tá linda, magnífica,como nunca vista antes,parece fazer reviver a " Athenas Maranhense"...emocionante!vem logo menina!!!!

Anônimo disse...

Janaína, aqui é o Diego, não sei se lembra de mim, cheguei aqui pelo blog da Alexandra que parece que não está mais escrevendo por lá. Queria então te pedir um favor, dizer que preciso falar com ela. Estou dois livros pra editar aqui no sul: "Do jeito que o Diabo gosta" e "A mutabilidade da palavra".Precisava falar com ela sobre os dois.E como não tenho nenhum contato além do blog peço pra que fale com ela por mim, obrigado.

eSQCer disse...

Estamos bem desatualizados, hein? Como vc vai, Jana? Bjocas.

fabio jardim disse...

daqui eu ouvi o seu sorriso.

Eduardo Trindade disse...

Intenso como o sabor de uma fruta exótica provada pela primeira vez.
Forte como o negro da noite.
E marcante como um beijo.
Adorei de verdade, viu, guria? Estás de parabéns! Eu já sabia da tua simpatia, e agora é a tua sensibilidade que me surpreende.
Abraços!

Infeto disse...

Serão ouvidos, serão lidos e serão comentados. abraços

http://poesiafotocritica.blogspot.com/